ASAS PRESAS NO SÓTÃO: PSICANÁLISE DOS CASOS INTRATÁVEIS

ASAS PRESAS NO SÓTÃO: PSICANÁLISE DOS CASOS INTRATÁVEIS

Código: 9788576980353

Categoria: Clínica de Adultos


Autor: Fátima Flórido Cesar
Editora: Idéias e Letras
Ano: 2009
Nº páginas: 262
Categoria Principal: Clínica de Adultos

leia mais

item indisponível0 unidades em estoque.
  Avise-me quando disponível

Não disponível

Compre com segurança

Compartilhe

SINOPSE:

Neste livro, a psicanalista Fátima Flórido Cesar alinha conceito teórico com o encanto da poesia para esclarecer como a psicanálise pode desvendar os mistérios da mente humana e encontrar a saída do labirinto imposto pelos traumas e problemas. A autora apropriou-se de um verso de Carlos Drummond de Andrade para referir-se à situação de aprisionamento em que muitos pacientes se encontram e, paradoxalmente, à presença de um broto de esperança.

índice

Prefácio.................................................................................. .......5

Apresentação....................................................................... ......... 9

l.O paradoxo da desesperança................................................25

1. O paradoxo da desesperança: a afirmação da vida por meio de negativas ...............................................29

2. A tradição kleiniana no estudo da Reação Terapêutica Negativa.........................................41

1. Uma contribuição à análise da Reação Terapêutica Negativa, segundo Joan Riviere .........................41

2. BettyJoseph: a luta contra a mudança como manutenção do equilíbrio psíquico..............................45

3. Casas de silêncio: Pontalis e a Reação Terapêutica Negativa........................................................... 61

4. Asas presas nosôtão.............................................................75

1. Tudo menos silêncio: o pensamento de Mannoni sobre a recusa.........................................................77

2. A Verleugnung em suadimensãoconstituinte........................84

3. Bernard Penot: as figuras da recusa. Aquémdonegativo......91

4. E daí? a compreensão da Verleugnung, segundo luís Cláudio Figueiredo .......................................106

5. Lembranças da clínica I (Vinhetas)................................... 123

1. A casa sonolenta ................................................................123

2. Viagem sem paradeiro ........................................................124

3. Luzia e sua volta ao mundo em 180 dias sem sair do mesmo lugar......................................126

4. Siamesas: a casa da infância ...............................................128

6. A Casa da origem: Searles e o esforço terapêutico do paciente......................................................131

7. Brise-Soleíl..........................................................................143

8. Eu sou o que se alimenta de desassossego ....................147

1. Coração acelerado e os tubarões nadando dentro da minha cabeça: sobre o texto O desejo borderline.........169

9. A aprendizagem do esquecimento:

O trabalho do negativo em André Green...........................177

1.Lembrança da clínica II: Tira as mãos de mim. (Não) Põe as mãos em mim ..............................................199

10. Que nome dar à esperança? ............................................213

1. Winnicott, a esperança e a desesperança......................217

2. Figueiredo: reflexões sobre a esperança, a desesperança, crenças e fé...........................................223

11. Que loucura será essa que às vezes nos acomete de querer mudar os outros?

1. Limite...................................................................................240

2. Dignidade.............................................................................250

Referências bibliográficas......................................................257



RECEBA NOSSAS OFERTAS
E LANÇAMENTOS

Forma de pagamento

Forma de pagamento