COMER O LIVRO - RITOS ALIMENTARES E FUNÇÃO PATERNA

COMER O LIVRO - RITOS ALIMENTARES E FUNÇÃO PATERNA

Código: 9788585717803

Categorias: Lacan / Lacan


Autor: Gérard Haddad

Tradução: Procopio Abreu

Editora: Companhia de Freud

Ano: 2004

Nº páginas: 196

Categoria Principal: Lacan



R$49,00

até 2x de R$24,50 sem juros

3 unidades em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Toda a especulação cabalística adquire sua força a partir de dois textos: o início dos livros do Gênese (maassé berechit) e de Ezequiel (maassé mercaba), isto é, o texto que estamos examinando. A tradição esotérica lhe deu a importância extrema de resumir em algumas linhas os maiores mistérios. Por conseguinte, parece menos surpreendente colocar nosso comer o Livro como chave dos tiros alimentares judeus. Além disso, o texto de Ezequiel tem o mérito de fornecer novas significações a esse mecanismo fantasmático fundamental. Ele encerra uma primeira etapa da visão, em que o profeta não fala. Depois, uma voz, a do Pai com certeza, ressoa e quebra a fascinação: Come esse livro e vai falar.... A incorporação do Livro, rito iniciático, revela-se prévia indispensável para que o filho do homem possa falar. Se a Bíblia representa o lugar onde emerge e se constitui a relação do homem com o significante, seus episódios tornam-se a metáfora dos momentos principais em casa sujeito você e eu se constitui daí a impressão profunda sentida pelo leitor da Bíblia, para além de suas origens e convicções. Os dois tempos da maassé mercaba nos dariam o segredo da história de cada um, primeiramente infans, submetido à linguagem decerto, mas ainda não capaz de falar, depois adquirindo a fala. Comer o Livro torna-se o mecanismo pelo qual a criança adquire sua língua.

Posição do problema 11

Primeira parte:
O Pai freudiano em questão 17
Da lei do pai ao respeito do irmão 19
Pensar com os dentes 41

Segunda parte:
O discreto e o contínuo 51
Um estranho banquete 53
Da escrita ao Livro 59
O nascimento do sujeito 77
A escrita e o fogo 85
O cru, o cozido e o simbólico 99
O Livro no campo freudiano 123

Terceira parte:
O Livro e a clínica 143
Para além de uma clínica da oralidade 145
A prova pelo esquizofrênico 147
O disléxico e seu pai 155
O medicamento e a psicossomática 161
O alcoolista 165

Conclusão 177
Anexo 181
Agradecimentos 193



RECEBA NOSSAS OFERTAS
E LANÇAMENTOS

Forma de pagamento

Forma de pagamento