O QUE APRENDEMOS COM AS CRIANÇAS QUE NÃO APRENDEM?

O QUE APRENDEMOS COM AS CRIANÇAS QUE NÃO APRENDEM?

Código: 9788588640146

Marca: CMC


Sob a direção de: Jean Bergès / Marika Bergès-Bounes / Sandrine Calmettes-Jean

Tradução: Maria Nestrovsky Folberg

Editora: CMC

Ano: 2008

Número de páginas: 250

Categoria principal: Clínica da Infância e da Adolescência



R$30,00

até 6x de R$5,54

2 unidades em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Diante da confusão do real deste sintoma social, os problemas de aprendizagem se vêem tradicionalmente remetidos ao lado médico. Será esta uma doença? Será a aprendizagem uma função superior? Esta declinação encontra sua vertente social em termos de inadaptação e de handicap, que presidem à elaboração de soluções de reparação (reeducações, remediações) e de soluções pedagógicas especiais, fundadas na exclusão, em uma lógica de classe. A acentuação do defeito e os meios paliativos tendem a apagar o que parece essencial; o lugar do sujeito. O que nós somos chamados a descobrir, graças a essas crianças, é a importância do lugar do sujeito com respeito ao saber. Não há sujeito sem saber, e o próprio sujeito se funda de um saber. Pode, então, ser levado em conta o que existe de saber inconsciente, não-sabido, do sujeito.

Prólogo 9

Jean Bergès, Marika Bergès-Bounes, Sandrine Calmettes-Jean

O que aprendemos com as crianças que não aprendem 11

Sandrine Calmettes-Jean


PANORAMA, LOCALIZAÇÃO DA QUESTÃO

Aprendizagens e fracassos escolares: aspectos psicodinâmicos 21

Bernard Golse

Problemas de aprendizagem escolar e psicopatologia 31

Roger Misès

Des... O que é que há com esta família que não é capaz de contar até dez? 39

Évelyne Lenoble


CONFRONTAÇÃO TEÓRICO-CLÍNICA

Por que cinco vezes mais meninos não aprendem? 69

Jean Bergès

Eu não sei... é minha mãe que sabe... 73

Marika Bergès-Bounes

O desejo de saber 81

Denise Vincent

Espera 87

Sandrine Calmettes-Jean

Psicanálise de uma menina cognitivamente falha 93

Gabriel Balbo

Por que é preciso instruir as crianças psicóticas? 10

Paule Cacciali

Detestomania 117

Catherine Ferron

Escrita e sexuação:

Giacomo ou o que é ser homem/mulher? 129

Michèle Dokhan

A consulta dita terapêutica 145

Évelyne Lenoble


CLÍNICA, RETRATOS

O que eu escuto, eu não posso escrever 151

Catherine Mathelin

As crianças desatentas 163

Michel Daudin

O fracasso escolar na adolescência, para meninos e meninas, mesmo combate? 169

Jean-Marie Forget

Aritmética do começo 177

Christian Dubois, Marie Louise Meert


E A ESCOLA?

Eros, professor 189

Charles Melman

Nem pai, nem mestre: algumas palavras de história da pedagogia e da didática, de 1880 aos nossos dias 193

Hélène LHeuillet

A estranheza apaziguadora 201

Daniel Feltin

Este aluno não tem lugar na minha classe! 209

Daniel Charlemaine

Pais de crianças em dificuldade ou o percurso do combatente 215

Gilles Lemmel

Como falar oficialmente de crianças que não aprendem? 223

Claire Meljac


DIVERSAS MODALIDADES

DE ABORDAGEM TERAPÊUTICA

A propósito das remediações em geral e das remediações lógico-matemáticas em particular 233

Claire Meijac

Do ato de ler 243

Geneviève Ginoux

Escrever mal, um caso de aprendizagem? 265

Marie-Alice Du Pasquier, Michèle Schnaidt

Escuta-me pensar, olha-me falar 269

Marie-Claude Devaux, Hélène Vexiliard

Em suma, o que aprendemos com as crianças que não aprendem? 277

Jean Bergès

Bibliografia 283



RECEBA NOSSAS OFERTAS
E LANÇAMENTOS

Forma de pagamento

Forma de pagamento