UM MOSAICO DA DEPRESSÃO - DOS SUJEITOS SINGULARES AOS TRANSTORNOS UNIVERSAIS

UM MOSAICO DA DEPRESSÃO - DOS SUJEITOS SINGULARES AOS TRANSTORNOS UNIVERSAIS

Código: 9788571372696 (CO.)

Marca: Escuta


Autor: MARIA LOPES FACÓ

Editora: ESCUTA

Ano: 2008

Número de páginas: 144

Categoria principal: Psicopatologia



R$51,00

até 2x de R$25,50 sem juros

3 unidades em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Face às inúmeras inquietações que o diagnóstico psiquiátrico suscita na clínica e na sociedade em geral, surgiu a nossa indagação sobre como é concebida uma classificação diagnóstica em psiquiatria. Lidamos aqui com essa indagação, realizando uma análise dos paradigmas que influenciaram e influenciam determinados manuais estatísticos e diagnósticos de transtornos mentais. Através de um mosaico, temos por objetivo refletir sobre o que, afinal, é depressão.

Introdução......................................................................... ......... 9

1. DSM II: A influência psicanalítica............................................. 13

A base psicanalítica: o paradigma da subjetividade.................. 13

DSM II: sujeitos singulares, a existência de um debate ........... 20

On being sane in insane places: os excessos psicanalíticos do uso do DSM II e o advento de um pôlo de contraposição: a psiquiatria biológica ......................... 29


2. Do DSM III ao DSM IV-TR: a queda do conotativo e a emergência do denotativo ....................................................... 39

O paradigma da psiquiatria biolôgica: a objetividade................ 39

A carona farmacológica.................................................... 51

Wash your blues away. A psiquiatria biolôgica e as magic pills...................................................................... 59


3. A classificação diagnostica da depressão.................................. 69

A questão do diagnóstico na medicina em geral e em psiquiatria ......................................................................... 69

DSMs e Depressão. Dos sujeitos singulares aos transtornos universais ....................................................... 81

Considerações finais........................................................................ 103

Referências ...................................................................................... 107

Anexo............................................................................................ ... 113



RECEBA NOSSAS OFERTAS
E LANÇAMENTOS

Forma de pagamento

Forma de pagamento