A COMUNICAÇÃO DO DIAGNÓSTICO NA UTI NEONATAL - MÉDICOS E PACIENTES: ASSIMETRIAS E SIMETRIAS

A COMUNICAÇÃO DO DIAGNÓSTICO NA UTI NEONATAL - MÉDICOS E PACIENTES: ASSIMETRIAS E SIMETRIAS

Código: 9788571374171 (CO)

Categoria: Infância

Marca: Escuta


Autor: Ethel Cukierkorn Battikha

Editora: Escuta

Ano: 2017

Número de páginas: 132

Categoria Principal: Infância



R$39,80

até 9x de R$5,11

1 unidade em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

"Como pensadora aguda e original, Ethel Cukierkorn Battikha nos leva a acompanhá-la nos desenvolvimentos teórico-clínicos e nas possibilidades criativas de aplicação de uma escuta analítica, em fronteira com outras esferas do conhecimento e da ação terapêutica. Uma produção que mostra uma 'psicanálise viva em trabalho'. Preocupada com questões do sofrimento humano, e sem deixar seu pensamento metapsicologico de lado, aborda com um impecável rigor teórico, os problemas dentro de uma UTI Neonatal, desenvolvendo naqueles diretamente implicados nesse duro trabalho, formas outras de escuta e compreensão. Trata-se de um trabalho de transmissão, de formação, tanto para aqueles que virão a autorizar-se como psicanalistas, quanto para aqueles que, por lidar permanentemente com o sofrimento e a morte, desenvolvem por vezes uma escuta defensiva e cristalizada. Levando em consideração desenvolvimentos teóricos de Silvia Bleichmar, além de um profundo conhecimento da obra Freudiana, Battikha lança seu olhar para as possibilidades de resgate de um processo de nomeação e significação da relação do médico frente ao sofrimento subjetivado."

Apresentação, Benjamin Israel Kopelman, 9

Prefácio, Maria teresa de Melo Carvalho, 11

 

Introdução

A inserção dos estranhos no campo do familiar, 17

 

Capítulo 1

Da atenção aos pais de bebês de risco à atenção aos médicos envolvidos no seu atendimento, 21

Do trabalho com as mães ao trabalho com os residentes, 25

A humanização no atendimento ao bebê e aos seus pais e a humanização na formação dos médicos, 29

 

Capítulo 2

Objetivo e explicitação do método de acesso ao objeto, 33

Sujeitos da pesquisa, 35

Instrumentos, 36

Procedimentos, 37

Análise das entrevistas, 38

 

Capítulo 3

Análise e discussão das entrevistas, 41

A permanência dos pais na UTI Neonatal e suas repercussões na atuação do neonatologista, 41

A comunicação do diagnóstico: o que os pais devem saber?, 49

Impasses entre médicos e pais de bebês na comunicação do diagnóstico, 60

Identificação que remete às perdas do médico, 88

Identificação e projeto de maternidade, 90

Impotência constitutiva e inerente ao humano, 93

Impotência, culpa e onipotência, 96

A comunicação da morte, 100

A participação na entrevista: desamparo e ideais, 107

 

Considerações Gerais, 119

Referências, 125

 



RECEBA NOSSAS OFERTAS
E LANÇAMENTOS

Forma de pagamento

Forma de pagamento