A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA - IMITAÇÃO, JOGO E SONHO IMAGEM E REPRESENTAÇÃO

A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA - IMITAÇÃO, JOGO E SONHO IMAGEM E REPRESENTAÇÃO

Código: 9788521617617

Marca: LTC


Autor: Jean Piaget
Tradução: Álvaro Cabral e Christiano M. Oiticica
Editora: LTC
Ano: 2013 - 4ª Edição
Número de páginas: 329
Categoria Principal: Piaget

leia mais

R$128,00

até 2x de R$64,00 sem juros

1 unidade em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Um livro de central significação na obra psicológica de Jean Piaget: aqui, como em nenhum outro lugar, a comunicação infantil é estudada em paridade com as suas grandes realidades espontâneas; os dados da afirmação da personalidade infantil se liberam de todas as peias e caminham livremente em busca de satisfação e sentido.
A imaginação é o reino próprio da infância - seu universo está povoado de uma liberdade que o adulto rotula para poder compreendê-lo, mas que, na verdade, tem um sentido biológico de equilíbrio vital.
A gênese do universo infantil está muito próxima ao mistério das coisas vivas - mas o seu mecanismo, tal como o estuda e o analisa Piaget, é uma das fontes mais profundas e mais convincentes das qualidades e defeitos que, mais tarde, explodem no mundo dos adultos.
Piaget não se satisfaz com as explicações cumulativas ou mecânicas, tão-somente: o poder de simbolizar, que é das faculdades mais notáveis do homem, na criança tem função transitória.
Sua formação é o objetivo deste livro que, à medida que desdobra as suas intuições e constatações, amplia-se para uma dimensão de obra única e insubstituível.

SUMÁRIO


Introdução, l

PRIMEIRA PARTE

A GÊNESE DA IMITAÇÃO, 7
CAPÍTULO I. As Três Primeiras Fases: Ausência de Imitação, Imitação Esporádica e
Inícios de Imitação Sistemática, 9
§1. A Primeira Fase: A Preparação Reflexa, 10
§2. A Segunda Fase: Imitação Esporádica, 11
§3. A Terceira Fase: Imitação Sistemática de Sons Já Pertinentes à
Fonação da Criança e de Movimentos Executados Anteriormente
pelos Sujeitos de Maneira Visível para Ela, 23

CAPÍTULO II. As Fases IV e V: Imitação de Movimentos Não Visíveis do Próprio
Corpo e de Novos Modelos, 37
§1. A Quarta Fase: I. Imitação dos Movimentos Já Executados pelo
Sujeito, mas de Maneira Invisível para Ele, 37
§2. A Quarta Fase: II. Início da Imitação dos Modelos Sonoros ou Visuais
Novos, 52
§3. A Quinta Fase: Imitação Sistemática dos Novos Modelos. Incluindo os
que Correspondem a Movimentos Invisíveis do Próprio Corpo, 59

CAPÍTULO III. A Sexta Fase: Princípios da Imitação Representativa e a Evolução
Ulterior da Imitação, 69
§1. A Sexta Fase: A Imitação Diferida, 70
§2. A Evolução Ulterior da Imitação. A Imitação e a Imagem, 81
§3. As Teorias da Imitação, 88


SEGUNDA PARTE

O JOGO, 99
CAPÍTULO IV. O Nascimento do Jogo, 101

CAPÍTULO V. A Classificação dos Jogos e Sua Evolução, a Partir do Aparecimento
da Linguagem, 119
§ l. Exame Crítico dos Sistemas Usuais de Classificação das Condutas
Lúdicas, 120
§2. O Exercício, o Símbolo e a Regra, 125
§3. Classificação e Evolução dos Jogos de Exercícios Simples, 129
§4. Classificação e Evolução dos Jogos Simbólicos, 135
§5. Os Jogos de Regras e a Evolução dos Jogos Infantis, 160

CAPÍTULO VI. A Explicação do Jogo, 165
§1. Os Critérios do Jogo, 165
§2. A Teoria do Pré-Exercício, 169
§3. A Teoria da Recapitulação, 175
§4. A Teoria da Dinâmica Infantil, de F. J. J. Buytendijk, 178
§5. Ensaio de Interpretação do Jogo pela Estrutura do Pensamento da
Criança, 181

CAPÍTULO VII. O Simbolismo Secundário do Jogo, o Sonho e o Simbolismo
Inconsciente, 191
§1. O Simbolismo Secundário do Jogo e do Sonho na Criança, 193
§2. A Explicação Freudiana do Pensamento Simbólico, 206
§3. O Simbolismo Segundo Silberer, Adler e Jung, 218
§4. Ensaio de Explicação do Simbolismo Inconsciente, 225
§5. O Simbolismo Inconsciente e os Esquemas Afetivos, 232


TERCEIRA PARTE

A REPRESENTAÇÃO COGNITIVA, 241
CAPÍTULO VIII. A Passagem dos Esquemas Sensório-motores para os Esquemas
Conceptuais, 243
§1. Os Primeiros Esquemas Verbais, 244
§2. Os Pré-Conceitos, 250
§3. Os Primeiros Raciocínios: Raciocínios Pré-Conceptuais (Transduções)
e Raciocínios Simbólicos, 259
§4. Da Inteligência Sensório-motora à Representação Cognitiva, 267

CAPÍTULO IX. Das Categorias Práticas às Categorias Representativas, 275
§1. Os Mitos de Origem e o Artificialismo, 276
§2. O Animismo, 281
§2. Bis. O Declínio do Artificialismo e do Animismo, 284
§3. Os Nomes, os Sonhos e o Pensamento, 286
§4. Os Comportamentos Mágico-Fenomenistas, as Reações Relativas ao
Ar e a Coordenação dos Pontos de Vista, 288
§5. O Objeto, as Perspectivas Espaciais e o Tempo, 292
§6. Conclusões: Pré-Conceito. Intuição e Operação, 300

CAPÍTULO X. Conclusões: Os Estágios Gerais da Atividade Representativa, 305
I. O Primeiro Período: A Atividade Sensório-Motora, 306
II. O Segundo Período: A Atividade Representativa Egocêntrica. Fase I: O
Pensamento Pré-Conceptual, 310
III. O Segundo Período: A Atividade Representativa Egocêntrica. Fase II: O
Pensamento Intuitivo, 319
IV. O Terceiro Período: A Atividade Representativa de Ordem
Operatória, 322

Índice, 327



RECEBA NOSSAS OFERTAS
E LANÇAMENTOS

Forma de pagamento

Forma de pagamento