A MULHER SEM QUALIDADE - ESTUDO PSICANALÍTICO DA FEMINILIDADE

A MULHER SEM QUALIDADE - ESTUDO PSICANALÍTICO DA FEMINILIDADE

Código: 9788585141202


Livro com as páginas amareladas, devido ao ano de edição.
Autor: Annie Anzieu
Editora: Casa do Psicólogo
Ano: 1992
Número de páginas: 134
Categoria principal: teoria psicanalítica

leia mais

R$47,00

até 2x de R$23,50 sem juros

1 unidade em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

A mulher tem sido vista como um ser destituído de qualidade própria, como não possuindo outra qualidade se não a que lhe é atribuída a partir da referência ao masculino.

Livro novo com as páginas amareladas e com algumas manchas nas laterias, devido ao ano de edição.
Já vem assim da editora.



Sumário
Prefácio à Edição Brasileira............................................................... XV

Prefácio............................................................................................ XXIII


PRIMEIRA PARTE: MULHER


1. Ser Mulher Depois de Freud.............................................................. 3

A questão de ser mulher existe desde sempre. Freud e o mistério da mulher.

Em busca de uma palavra de mulher. Contestação do pensamento da mulher pêlos psicanalistas homens. A interioridade feminina: modalidades do pensamento; sentimento de si e identidade sexual; prazer e maternidade

O instante.............................................................................................. 8


2. Encaixes....................................................................................... 11

- Fora/ Dentro.............................................................................................. 11

Nascimento. Constituição do narcisismo. A boneca gigogne: os diferentes envelopes da imagem materna. Eros e a sensorialidade: dialética dentro/fora. O abrigo materno.
Recalque. A intimidade analítica. Pandora: situação interior do analista. A sensação do sonho. Tópica psíquica. Morte e núcleo de vida.

-Odores........................................................................................... 24

-Olho e pele....................................................................................... 25

Tocar e ser tocada. O sexo invisível. Encaixe topológico do feminino. Oralidade e Objeto interno. Sexualização da percepção interna. Conhecimento visual e penetração.
Os adornos e a sedução. Simbolização, maternidade. O invisível e o inominável.

Imagens.............................................................................................. 29

Claire, os espelhos e as cores

- Olhares.............................................................................................29

Penetração do olhar. Olhar e pulsão. A pálpebra: primeiro envelope do Eu. A visão do pênis. Fechar-se: Gisèle. O olhar se apropria dos objetos.

- O olho e a pálpebra........................................................................... 32

Visão e oralidade. O olhar, função de distanciamento. O sexo invisível persegue o homem: fantasias paranôides. Maternidade, desejo destruidor e rituais sexuais.

Lisette................................................................................................... 35

A delimitação pelo olhar dos objetos interiorizados.

- Cavidade....................................................................................... 36

Teoria masculina da sexualidade. Especificidade da sexualidade feminina: o relevo interior. Descoberta das sensações sexuais pela menina. Presença da cavidade na vida psíquica da mulher. A ausência do pênis. Bissexualidade e identidade da menina.
Freud e sua teoria da castração: a histeria, a homossexualidade. Desdobramento do interior feminino; ancoragem na sensação interior. A cavidade feminina não é nem falta, nem vazio.


3. Masoquismo.................................................................................... 41

Edwige............................................................................................. 41

A criança perseguida pelo terror de ser mulher.

- Sobre alguns fundamentos do masoquismo na mulher.................................................... 42

A abertura do sexo feminino. A diferença da mulher. A idéia da castração interna.
Fantasias persecutórias e feminilidade: confusão das zonas erógenas. Josette: o ódio e o sacrifício.

- A passagem feminina ................................................................. 44

O sexo feminino, lugar de passagem. O objeto no interior do corpo: os terrores ligados às fantasias de devoração. Interdito e sedução. Vazio interior e pulsão epistemofílica.
Sensorialidade e desvios perversos.

Hilfiosigkeit: Eurídice...................................................................... 47

- Escoamento, retenção................................................................. 48

Evacuação do objeto ou de si - mesmo.

- Retenção e interioridade.................................................................... 48

O objeto interno e o sentimento de interioridade. Prazer feminino e maternidade: experiências de separação .

Propriedade..................................................................................... 49

- Mulher sempre inacabada: um envelope vazio?.............................. 50

Plasticidade da forma feminina. Menopausa e castração. Prazer e realidade: descontinuidade do tempo na mulher. Narcisismo e envelhecimento.

Amor................................................................................................. 53

Psicose puerperal ................................................................ ............ 53


4. Negativo e Feminino: A Mulher Sem Qualidade............................ 55

- A mulher no negativo................................................................... 55

A mulher no negativo: como pensar a mulher. O feminino se distingue do materno. O negativo e a cavidade. Substância pulsional e pensamento.

- Ausência e concretude................................................................ 58

A mulher negativo da mãe. Metáforas da feminilidade: tornar-se mulher.
Interioridade do seio. Diálogo de crianças (escuta indiscreta)............. 61

-Incompletude............................................................................... 61

O pênis e a mentira feminina. Experiência psíquica da interioridade.

- E se Freud tivesse razão? ........................................................... 62

lSer e ter: a mulher, ser sem pênis.


SEGUNDA PARTE: ESCRITA


5. Palavras e Mulheres .................................................................... 67


A economia libidinal feminina e a escrita. Escrita e maternidade. A capacidade epistemofílica. A situação psicanalítica, metáfora do corpo. Escrita e falicidade do pensamento feminino. Grafísmo e instrumento. Sonho de escrita. Escrita e castração.
Prazer e escrita: o lugar do homem. O Eu se delimita na escrita. Escrita: vestígio do pai.

A produção escrita. Escrita e separação.


6.O Ser e o Fazer ............................................................................. 83

- O ser e a criatividade....................................................................... 83

A partir de Winnicott: A criatividade e suas origens.

Pensar no ser: necessidade do movimento. O feminino conduz ao ser. Pulsão de vida e identidade. O ser, transformação do feminino em materno. Inércia e agressividade: pulsão de morte. Situação analítica e pulsão de morte. Qualidade feminina da pulsão: pulsão original. O fazer é masculino, o ser é feminino.

- Palavra e fecundidade.................................................................... 86

Transferência e fecundidade. Palavra e oralidade primária. Falicidade
da palavra.

-Música.............................................................................................. 90

Imagens do som.


TERCEIRA PARTE: A MULHER ANALISTA


7. O Psicanalista na Sua Poltrona.................................................. 93

A espera do analista. O analista, feminilidade semeada. Experiência da identidade sexual. A depressão na análise. Patologias da feminilidade. Função do feminino na transferência.

- A solidão do psicanalista.............................................................. 97

Relação do discurso com o corpo. O analista em pessoa. Solidão e
sofrimento do analista. Aprender a solidão.

- Análise interminável...................................................................100

- O paradoxo do psicanalista........................................................102

Abordagem do nosso inconsciente: o encontro.

- Entre poltrona e divã: técnica e teoria .........................................102

A mulher na analista. Neutralidade. Contra- transferência e transgressão.

- O psicanalista e a depressão .....................................................105

Paciente e paciência. Limites do analista. Referências.

- O psicanalista e a loucura............................................................... 107

Comunicação da pulsão de vida. Reconstruir.

- A mulher psicanalista e a criança: as ruínas do Éden ................108

Renúncia. A criança no analista.

Palavras de Analista ....................................................................111

Interpretar: corpo, afeto, pensamento. A palavra e o sentido. Rêverie de analista. Simbolismos. Neutralidade e palavra. Palavra intrusiva. Memória e interpretação.
Controle ilusório.


9.Ser Psicanalista................................................................................. 119

Espaço psíquico. O ouvido, ôrgão feminino. Gestação analítica.

-Transferência...............................................................................121

Anatomia e topológica analítica do feminino. Transformação do objeto interiorizado.

O interdito na feminilidade. Funcionamento materno na análise. Proteção e consolidação na violência analisante.

Antoine...............................................................................................125

Elaboração da depressão.

- Depressão.....................................................................................125

O envelope feminino. Depressão e narcisismo. A mulher intelectual e a depressão de si.

- O analista e sua alma.................................................................129


BIBLIOGRAFIA................................................................................131



Forma de pagamento

Forma de pagamento