ABUSO SEXUAL EM MENINOS

ABUSO SEXUAL EM MENINOS

Código: 9788536223933 (CO.)

Marca: Juruá


A VIOLÊNCIA INTRAFAMILIAR ATRAVÉS DO OLHAR DE PSICÓLOGO QUE ATENDE EM INSTITUIÇÕES



 



Autor: Moacyr Ferreira Pires Filho

Editora: Juruá

Ano: 2011

Número de páginas: 130

Categoria principal: Infância



R$37,90

até 8x de R$5,40

1 unidade em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Este estudo tem como objetivo compreender, a partir dos relatos de psicólogos que atendem em instituições, o impacto do abuso sexual intrafamiliar, nas crianças do sexo masculino vitimizadas. O primeiro capítulo, ¿A família: origem, religiosidade e a infância¿, aborda o sentimento de família e de infância que surge nos séculos XVI ¿ XVII e a família, a partir do século XX até os dias atuais. O segundo capítulo, ¿A família: sistema de relações, matriz de identidade, limites e fronteiras de contato, papéis e disfuncionalidade¿, trata da família, enquanto sistema de relações e como Matriz de Identidade da criança, suas interações, os subsistemas que a compõem, limites, fronteiras de contato e disfuncionalidade sistêmica da família. O terceiro capítulo, ¿Abuso sexual intrafamiliar: uma forma de violência doméstica¿, aborda o surgimento da noção de abuso sexual, na sociedade ocidental, as características, as consequências, o abuso sexual sistêmico e o segredo que o acompanha. O quarto e quinto capítulos correspondem aos objetivos e ao método utilizado na pesquisa. O sexto capítulo diz respeito à apresentação e análise dos resultados. Por último, apresentamos nossas considerações finais, acerca do trabalho realizado.

INTRODUÇÃO 19

1 - A FAMÍLIA: ORIGEM, RELIGIOSIDADE E A INFÂNCIA 21
1.1 A origem 21
1.2 A religiosidade, o reconhecimento e a inclusão da infância no seio
familiar 22
1.3 A educação, a socialização das crianças e as interações simbólicas
afetivas familiares 26
1.4 A família a partir do séc. XX 29

2 - A FAMÍLIA: SISTEMA DE RELAÇÕES, MATRIZ DE IDENTIDADE,
LIMITES E FRO TEIRAS DE CONTATO, PAPÉIS E DISFUNCIONALIDADE 33
2.1 Família: um sistema de relações 33
2.2 A família como Matriz de Identidade da criança 35
2.3 Limites e Fronteiras de Contato 35
2.4 Os papéis sociais na família 39
2.5 A disfuncional idade ela família 41
3 - ABUSO SEXUAL INTRAFAMILIAR: UMA FORMA DE VIOLÊNCIA
DOMÉSTICA 43
3.1 Histórico 43
3.2 Abuso sexual: conceito e características 45
3.3 Definindo os termos: incesto, atentado violento ao pudor, estupro 47
3.4 As características elas famílias com ocorrência do abuso sexual intra-
familiar 51
3.5 As consequências do abuso sexual para a criança 56
3.6 O segredo: a negação, a mentira e o silêncio 59
3. 7 A abordagem do abuso sexual 65

4- OBJETIVOS 67
4.1 Geral 67
4.2 Específicos 67

5 - MÉTODO 69
Participantes 70
Instrumento 71
Procedimentos éticos para a coleta de dados 71
Procedimento de coleta de dados 71
Procedimento de análise das entrevistas 72

6- ANÁLISE E DISCUSSÃO DOS RESULTADOS 73
6.1 Percepção das participantes, com relação ao menino. objeto do abuso
sexual 73
6.1.1 Comportamentos observados 76
6.1.2 Sentimentos identificados em meninos 83
6.2 Percepção das participantes com relação à família 93
6.2.1 As pessoas que mais abusam 94
6.2.2 Funcionamento das famílias antes e depois do conhecimento do
abuso 94
6.2.3 Os comportamentos adotados pela família, em relação ao perpetrador e ao menino, após o conhecimento do abuso 97
6.2.4 As atitudes das mães frente à situação do abuso sexual contra o
filho 100
6.2.5 Quem denuncia o abuso 103
6.2.6 Atitude da família frente à intervenção psicológica 104
6.2.7 A existência de outros casos de abuso na família 105
6.3 Percepção de diferenças quanto ao abuso sexual contra meninos para o
abuso sexual contra meninas 106
6.4 As atitudes dos profissionais de Psicologia. frente à situação do abuso
sexual infantil 109

CONSIDERAÇÕES FINAIS 113
REFERÊNCIAS 119
ÍNDICE ALFABÉTICO 123
 



Forma de pagamento

Forma de pagamento