COMO OUVIR AS CRIANÇAS - E RESPONDER ÀS SUAS PERGUNTAS MAIS DIFÍCEIS

COMO OUVIR AS CRIANÇAS - E RESPONDER ÀS SUAS PERGUNTAS MAIS DIFÍCEIS

Código: 9788537811986

Categoria: Infância

Marca: Jorge Zahar


Autor: Claude Halmos
Tradução: Vera Ribeiro
Editora: Zahar
Ano: 2014
Número de páginas: 183
Categoria principal: Infância

leia mais

item indisponível0 unidades em estoque.
  Avise-me quando disponível

Não disponível

Compre com segurança

Compartilhe

O que, afinal, uma criança deve saber? O que devemos e o que
não devemos dizer? E como falar? A escritora e experiente psicanalista
Claude Halmos se entrega a esse exercício delicado,
respondendo às perguntas embaraçosas de crianças e adolescentes
endereçadas a ela, em sua coluna na revista Psychologies.
É normal ser ciumento? Quando é que o papai e a mamãe vão
se separar? Por que é proibido casar com os pais? Por que minha
irmã me rejeita? Por que a gente às vezes gosta dos pais e às vezes
não gosta?
Incluídas nesse livro, suas respostas ajudarão os pais a descobrir
a melhor maneira de estabelecer contato com os filhos e a compreender
com clareza os sentimentos, dilemas e inquietações
mais comuns nas primeiras fases da vida.
Halmos nos mostra que a criança, para se tornar interlocutora
de verdade, precisa conhecer sua identidade, filiação, de onde
vem, a história de sua família e o que acontece com pessoas
próximas a ela, pois essas são informações que não lhe podem
ser negadas. Ela se propõe a ajudar os pais a ouvir seus filhos e a
entender a importância de falar corretamente com eles, através
de uma fala que não os infantilize excessivamente. Uma fala à
altura da criança.
Em linguagem extremamente acessível, Como ouvir as crianças é
leitura essencial a todos os que estão às voltas com as dores e as
delícias de educar, sejam pais, psicólogos ou professores.

Sumário

À altura da criança
Como surgiu a criança 15
Falar com as crianças: sobre o que e como? 33
Como falar? 47
Uma fala à altura da criança? 53

O correio das crianças
Por que existe gente que não tem casa? Isso me deixa triste¿ 61
Por que eu fui adotada? 63
Por que não posso ver televisão de manhã? 65
Quem decide o que é certo? 67
Por que às vezes a gente gosta dos pais e às vezes não gosta? 69
Por que sempre tenho medo que a vovó morra? 71
O que existe depois da morte? 73
Por que os namorados gostam de se beijar na boca,
se eu acho isso nojento? 75
Por que tenho medo de terremoto? 77
É muito grave o meu pai não arranjar emprego? 79
Por que não posso ter uma chave para entrar em casa sozinho
quando volto da escola? 81
Por que meu pai já não quer nem dizer bom-dia a minha mãe,
depois que eles se separaram? 83
Por que o papai fuma, se isso faz mal à saúde? 85
Por que o papai nunca ajuda a mamãe em casa? 87
Por que eu sempre tenho dificuldade de escolher? 89
Por que as crianças pequenas implicam comigo? 91
Será que escolhemos a vida que levamos depois,
quando adultos? 93
Minha irmãzinha me rejeita o tempo todo. Por quê? 95
Por que eu fico furioso quando não sei uma coisa? 97
Tenho medo de dormir no meu quarto. Por quê? 99
Por que meu padrasto não quer que eu veja meu pai? 101
Por que não saí da barriga da mamãe antes da minha irmã? 103
Tenho uma porção de namoradas. Como escolher uma delas? 105
Por que é proibido por lei casar com os pais? 107
Tenho alguma chance com o garoto de quem gosto? 109
Por que é difícil dizer à minha namorada que não
gosto mais dela? 111
Como não pensar mais na morte o tempo todo? 113
Por que eu contradigo meus pais? 115
O que é ser livre? 117
Quando é que o papai e a mamãe vão se separar? 119
Por que a gente não pode entrar no quarto dos pais
quando tem pesadelo? 121
O pediatra me disse que eu estava muito gorda 123
Por que meu irmão menor é maior do que eu? 125
Por que tive vontade de rir no enterro da minha avó? 127
Como é possível não gostar de bichos? 129
Na escola, minha melhor amiga me abandonou.
Não consigo perdoá-la por isso 131
Sou desorganizada e nunca termino nada. Por quê? 133
Por que somos classificados pelos outros como ¿populares¿
ou ¿excluídos¿? 135
Quem tem cinquenta anos é velho? 137
Por que choramos quando as pessoas morrem? 139
Por que os adultos não brincam? 141
Posso sair da minha história familiar dolorosa? 143
Detesto meu pai porque ele enganou minha mãe 145
Sempre detestei o que eu sou e tenho inveja dos outros.
Por quê? 147
Por que as crianças sempre preferem a casa dos outros? 149
Sempre brigo com meus pais e, depois, faço cortes nos
meus braços. Como parar com isso? ¿5¿
Será que eu posso ser sequestrada na ida para a escola? 153
Por que a mamãe não quer mais que eu tome mamadeira
nem chupe o dedo? 155
Sempre morei no mesmo lugar, e vou me mudar.
Estou muito nervosa¿ 157
Por que é difícil fazer perguntas importantes a gente grande? 159
É normal ser ciumento? 161
Meu primeiro amor me deu o fora. Tenho dificuldade de me
recuperar disso 163
Estou muito inquieta por causa de uma das minhas amigas.
Como posso ajudá-la? 165
Desde que meus pais se divorciaram, eu durmo com a mamãe.
Isso é certo ou errado? 167
Por que os pais sempre falam do trabalho? 169
Por que não posso ver televisão quando estou comendo? 171
Meu namorado me bateu durante um ano e meio. Rompi com
ele, mas não consigo me recuperar. Ajude-me 173
Faz dois anos que estou apaixonada por meu melhor amigo.
Devo contar a ele? 175
Vivo cada vez mais num mundo imaginário, mas não quero
consultar nenhum psi. Por quê? 177

Para que serve a vida? 179

Notas 181
Referências bibliográficas 183



RECEBA NOSSAS OFERTAS
E LANÇAMENTOS

Forma de pagamento

Forma de pagamento