ÉTICA E ESTÉTICA NO ATOR: UMA QUESTÃO DE DESEJO

ÉTICA E ESTÉTICA NO ATOR: UMA QUESTÃO DE DESEJO

Código: 9788577241248 (CO)


Autor: Hugo Daniel Mengarelli
Editora: Cia de Freud
Ano: 2014
Número de páginas: 374
Categoria Principal: Lacan

leia mais

R$55,00

até 2x de R$27,50 sem juros

2 unidades em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Nosso mundo atual se caracteriza pelo questionamento de tudo, algo que passou a ser parte dessa tal democracia que muitos acreditam que vivemos. Mas a pesar de sermos constantemente introduzidos numa sociedade de igualdade, devemos insistir mesmos é nas diferencias.

Sumário

APRESENTAÇÕES 15

A obra e o homem 15
Professor Armando Sérgio da Silva

Saber com sabor 17
Agostinho Ramalho Marques Neto

INTRODUÇÃO 21

Capítulo 1: O ator e a personagem I: To be or not?
Tobe the personage is the question 25
Uma parte de mim é só vertigem / outra parte linguagem 27
Uma parte de mim é multidão / outra parte estranheza e solidão 29
Uma parte de mim é todo mundo / outra parte é ninguém, fundo sem fundo 39
Uma parte de mim almoça e janta / outra parte se espanta 42
Parte de mim pesa e pondera / outra parte delira 43
Uma parte de mim é permanente / outra parte se sabe de repente 45
Traduzir uma parte em outra parte / que é uma questão de vida e morre /
será arte? 46

Capítulo 2: O ator e a personagem 11: pré-atuação:
momento sublime da ação diferencial 47
Introdução 47
O corpo a caminho da transfiguração 47
A Coisa e suas coisas 51
Por perder a inominável Coisa ganho as outras coisas 52
Meu corpo: objeto-instrumento-instrumentalizador 54

Capítulo 3: O OLHAR I: O olhar e o ator 61
Introdução 61
A cegueira do Édipo 62
A cegueira dos olhos 63
O olhar materno e a castração 64
Eu sou o Outro, o espetáculo 66
Olhar de olhos vendados 69
O sujeito ator e o significante 71
O espelho tagarela 72
Corpo imaginário da consistência 76

Capítulo 4: O OLHAR II: O olhar, o ator e o público 79
O olhar como speculum mundi 79
Somos quadro 81
Estranhar ou surpreender? 84
O mergulho 85
No ponto de fuga: o objeto a 89
O Thaumastós do Verfremdung 93
Jean-Luc Godard: Pierrot, le Fou (O demônio das onze horas) e Les Carabiniers (Tempos de guerra) 96
Woody ALLen: The Purple Rose 01 Cairo (A rosa púrpura do Cairo) 103
Alfred Hitchcoce: Dia! M for Murder (Disque M para matar) 108
Me! Brooks: High Anxiety (Alta ansiedade) 111
Le tableau vivant do teatro 114
A identificação quebrada 116
A regra da exceção ou a exceção funda a regra 120

Capítulo 5: Do grotesco ao sublime: o bufão nosso de cada dia 123
Introdução 123
O bufão e seu rei 126
O grotesco bufão e sua sublime arte de clown 132
Kant: o diabólico grotesco no sublime e na sublimação 139

Capítulo 6: O real da voz: A voz da música sob a palavra 143
1º tempo: a voz e a música 143
o balbucio e a música 147
Música, loucura e dança 149
Música e teatro 150
A escuta do silêncio I 53
2° tempo: a voz, o corpo e a palavra 154
3° tempo: a voz e os ressonadores 160
4° tempo: trabalho prático 164
5° O tempo da regularidade e da síncopa 167

Capítulo 7: Corpo e energia: o caminho da razão-orgânica como síntese do paradoxo 175
O ator e sua angústia - criação 175
O cheiro da respiração 176
Razão-pulsional: a consciência da energia buracal 178
Os exercícios como consequências 18 5
1ª parte - aquecimento: respiração e razão-orgânica 187
2ª parte - o olhar 190
3ª parte - o olhar com andarritmo e ressonância 191
4ª parte -Improvisação e ações físicas 197
A disponibilidade 202
Pausa e os três tempos do ator 202
5ª parte: o conflito 203
Conflito a dois 205
Conflito a três 208
Interrogativos na orientação da construção da personagem 209
6ª parte - os anteparos 21 O
7ª parte - status da personagem em cena 2 12

Capítulo 8: Ética e estética: a singularidade de uma travessia - o estilo 215
A coisidade: do teatro e do ator ao buquê do Édipo 215
O belo não é tão belo; no entanto, é belo 220
O Real-Unheimliche e a mulher 221
Antígona e a visada do desejo 226
Mais além da moral, a ética 230
O Sade nosso de cada dia 237
O interdito parece ser hoje o inter-dito da perversão 240
Estilo, verdade do desejo 244
A propósito da conclusão 247

GLOSSÁRIO: Algumas articulações sobre conceitos da psicanálise 251
Alienação - separação 251
A Coisa e o objeto 256
Complexo de Édipo (falo-castração) 258
Demanda e desejo 264
Discurso: enunciação e enunciado 273
Estádio do espelho 275
Fantasma 277
O gozo e sua relação com o desejo 279
Pai: Real- Simbólico - Imaginário 282
Pulsão e libido 287
Real- Simbólico - Imaginário 297
Real, simbólico e Imaginário e sua relação com a estrutura discursiva: eu-tu / ele 307
Recalque 310
Repetição e acaso 312
Semblante 317
Significante : 319
O sintoma e o sinthoma 321
Transferência e inconsciente 326

ANEXO I: Algumas consequências do discurso da ciência
e do modernismo no pós-modernismo 331

ANEXO 2: Algumas considerações sobre o teatro pós-dramático 347

REFERÊNCIAS 361



Forma de pagamento

Forma de pagamento