INSTITUIÇÃO E MUDANÇA - PROCESSO PSÍQUICO E ORGANIZAÇÃO

INSTITUIÇÃO E MUDANÇA - PROCESSO PSÍQUICO E ORGANIZAÇÃO

Código: 9798573964300 (CO)


Autor: Jean Claude Rouchy / Monique Soula Desroche

Editora: Casa do Psicólogo

Coleção: Psicologia Social Inconsciente e Cultura

Ano: 2005

Nº páginas: 281

Categoria Principal: Psicologia Organizacional e do Trabalho



R$97,00

até 2x de R$48,50 sem juros

1 unidade em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Esta obra foi concebida em estreita relação entre o trabalho clínico de campo e a elaboração de conceitos úteis para a análise, num diálogo com diferentes teorias da psicanálise e das ciências humanas relativas à instituição e à mudança. A abordagem proposta pelos autores é centrada sobre as pessoas, sobre suas construções, sobre as dificuldades, os conflitos, os sofrimentos vividos no quadro profissional. Tratar a evolução das estruturas de mudanças, individuais e coletivas, diz respeito à vivência das pessoas nas equipes, nos serviços, nos estabelecimentos de que fazem parte, mas que também fazem parte delas mesmas. Para os autores, a análise de instituição é um trabalho de elaboração no sentido psicanalítico do termo, que demanda tempo, enquadramento complexo e rigoroso e refere-se ao mesmo tempo à evolução dos processos psíquicos nos planos individual e coletivo, e às mudanças do sistema de organização em relação a novos valores instituintes. Os exemplos clínicos permitem ao leitor compreender as etapas e medir seus efeitos e suas implicações. Nos setores do tratamento e do trabalho social, a análise dos processos inconscientes - ativos nas relações entre indivíduo, grupo, organização, instituição e valores sociais - conduz à consideração dessas mudanças e à restauração de um quadro de trabalho coerente em que circula novamente a vida, em que a qualidade dos tratamentos e dos atendimentos faz eco à satisfação das equipes em realizar finalmente suas aspirações profissionais.

Prefácio à edição brasileira, Maria Inês Assumpção Fernandes 9
Prólogo 11
Introdução 13

CONCEITOS ÚTEIS E ANÁLISES
Uma concepção psicanalítica das estruturas e de sua evolução 21
Si tema de organização e valores instituintes 24
Interiorização dos valores e representações da realidade 28
Grupo e instituição 31
O grupos de pertencimento 34
A individuação 35
Diferentes tipos de organização 39
O processo d avaliação 51
A articulação de estruturas diferentes 53
Mudança e adaptação 56
A condução a análise de instituição numa perspectiva de mudança 63
O dispositivo, o enquadre de trabalho 73
O lugar do analista 78
A diferentes formas da análise em instituição 80
O modo de intervenção ou de análise 100

A PRÁTICA DA ANÁLISE
Análise de instituições 107
Análise de um centro terapêutica de adolescentes 108
Primeiros contatos, primeiros enunciados 108
Concepção do dispositivo 111
Um dispositivo diferenciado e global 113
Um grupo de referência 114
Os grupos de supervisão 115
Os grupos de trabalho sobre projeto 116
As sessões plenárias 116
Sessões de grupo de troca e de análise 118
Dinâmica do dispositivo l19
Elaboração dos traumas 121
A atualização do projeto terapêutico 122
Intervir no fio dos acontecimentos: empresa industrial familiar 125
O lugar do interventor 129
Estruturação da intervenção e ilusão de mudança 131
Organização e despersonalização 134
Interpretação, constatação, relação entre elementos disjuntos 139
Análise de situação num instituto
médico-pedagógico 146
A direção 147
Tratamento 148
Educativo 149
Pedagogia 151
Serviços gerais 151
Análise de situação num serviço hospitalar 152
Importância da história 153
Fragmentação 154
Um universo fechado 154
Organização e clima das relações 155
Conseqüências organizacionais 156
Concepção do trabalho 157
Angústia reprimida 157
Atitude com relação à análise de situação 158
Perspectivas para um trabalho de consulta a supervisão 158
Estruturas cooperativas em rede 161
Tecer laços e conter a angústia: Toxicomania e aids 162
Origem do pedido toxicomania-aids 168
A concepção da ação-pesquisa participativa 171
Objetivos da ação 174
O seminário nacional 177
Diversidade das práticas e das estruturas 178
Estruturas hospitalares e estruturas em toxicomania .. 180
Pertencimento e território 182
Laços existentes e redes futuras 183
Reação, interação, atuações no dispositivo 184
Problemáticas abordadas 189
A instalação dos projetos regionais 193
O acompanhamento dos projetos 196
lndicadores de resultados 202
O funcionamento dos grupos regionais 204
Coordenação das associações de auxílio às vítimas 213
Ação-pesquisa e formação para a entrevista 215
Prosseguimento da ação pesquisa 217
Coordenação 220
Aperfeiçoamento 220

ENCAMINHAMENTO TEÓRICO E CONFRONTO TEÓRiCO-CLÍNICO
Representações da instituição 229
O lugar do grupo na psicoterapia institucional 231
Da análise institucional 237
A contra-transferência institucional 241
A contra-instituição ou o fenômeno do anti 242
Os analisadores 244
A teorização de Franco Fornari 246
O imaginário das instituições de Paul Fustier 252
As concepções de José Bleger 260

Conclusão 267
Bibliografia 271



RECEBA NOSSAS OFERTAS
E LANÇAMENTOS

Forma de pagamento

Forma de pagamento