TEORIA DO APEGO - FUNDAMENTOS, PESQUISAS E IMPLICAÇÕES CLÍNICAS

TEORIA DO APEGO - FUNDAMENTOS, PESQUISAS E IMPLICAÇÕES CLÍNICAS

Código: 9788570740113

Categoria: Infância

Marca: Artesã


Autor: CRISTIANO NABUCO DE ABREU

Editora: ARTESÃ

Ano: 2019

Número de páginas: 238

Categoria Principal: Infância



R$59,00

até 2x de R$29,50 sem juros

2 unidades em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

O estudo do apego teve seu início marcado por uma pesquisa realizada por John Bowlby sobre as origens do desenvolvimento psicopatológico na infância, na qual analisou a correlação entre perda e separação ocorrida entre a criança e seu cuidador nos primeiros anos de vida e as possíveis consequências emocionais observadas na vida adulta. Neste interessante livro, a análise desses estilos parentais de ligação é aprofundada, com base na descrição de dezenas de investigações empíricas atuais, e são verificadas as implicações para aqueles cuja carência de cuidados maternos adequados tornou-se uma marca evidente. Assim, esta publicação torna-se fundamental a todos aqueles que, de uma maneira ou de outra, buscam um melhor entendimento do comportamento humano.

CAPÍTULO 1 - ASPECTOS INTRODUTÓRIOS ......................................... 9

1.1. Introdução ................................................................................ 11

1.2. As condutas de apego (ou de vinculação)................................. 15

1.3. Conclusão ................................................................................... 19

CAPÍTULO 2 - A IMPORTÂNCIA DOS ASPECTOS SOCIAIS NO
DESENVOLVIMENTO INFANTIL ....................................................... 23

2.1. Introdução .................................................................................. 25

2.2. Desenvolvimento: as primeiras alterações ................................. 26

2.3. A importância das primeiras relações ......................................... 29

2.4. Compartilhando estados afetivos ............................................... 35

2.5. A busca de proximidade ............................................................. 37

2.6. Os registros das experiências iniciais ........................................ 39

2.7. Conclusão ................................................................................... 44

CAPÍTULO 3 - A TEORIA DA VINCULAÇÃO SEGUNDO JOHN BOWLBY.............47

3.1. Introdução ..................................................................................... 49

3.2. A teoria da vinculação - algumas características ....................... 50

3.3. Os três estilos de vinculação .................................................... 57

3.4. Outros aspectos da relação mãe/bebê ...................................... 66

3.5. A vinculação e algumas das consequências para a vida adulta.......... 69

3.6. Aspectos gerais da contribuição de Bowlbv ................................ 71

3.7. Desapego: uma reação da criança frente à separação .............. 74

3.8. Conclusão ................................................................................... 78

CAPÍTULO 4 - A TEORIA DA VINCULAÇÃO; OUTRAS CONTRIBUIÇÕES ... 81

4.1. Introdução ................................................................................... 83

4.2. A vinculação infantil - características complementares ............. 83

4.3. Particularidades da relação mãe/bebo e os estilos de vinculação ...... 90

4.4. Conclusão .................................................................................... 98

CAPÍTULO 5-PSICOPATOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO E VINCULAÇãO ............101

5.1. Introdução .................................................................................. 103

5.2. A experiência inicial............................................................ 103

5.3. Relacionamentos iniciais: da predisposição à psicopatologia...... 108

5.4. Vulnerabilidades dos cuidadores no desenvolvimento das relações de apego: uma interação...................................................... 111

5.5. Transtornos do apego e o DSM-IV ............................................ 114

5.6. Resiliência: para alem dos paradigmas de apego....................... 116

5.7. Conclusão .................................................................................... 119

CAPÍTULO 6 - INVESTIGAÇÃO SOBRE VINCULAÇÂO E ALGUMAS
PERTURBAÇÕES PSICOLÔGICAS .................................................... 121

6.1. Introdução ................................................................................... 123

6.2. Possibilidades do desenvolvimento errante ............................... 123

6.2.1. O apego inseguro e suas consequências para a vida psicológica ........................................................................ 125

6.2.2. O apego inseguro c os transtornos alimentares ...................... 128

6.3. Conclusão .................................................................................. 129

CAPÍTULO 7- ALGUMAS IMPLICAÇÕES DA TEORIA DA VINCULAÇÃO
PARA A VIDA ADULTA ................................................................. 131

7.1. Introdução .................................................................................... 133

7.2. Para além da infância: as condutas de vinculação e a vida adulta .................. 133

7.3. A vida adulta: tendências e preferências de relacionamento ................ 138

7.4. A vida adulta: os relacionamentos no ambiente de trabalho
e a auto-estima ......................................................................... 143

7.5. A vida adulta: vinculação e gênero ........................................... 146

7.6. Os relacionamentos românticos na idade adulta ..................... 148

7.7. Variantes dos comportamentos de vinculação ...................... 157

7.8. Conclusão .................................................................................. 164

CAPÍTULO 8 -O TERAPEUTA E OS PROCESSOS DE VINCULAÇÂO .......... 165

8.1. Introdução .................................................................................. 167

8.2. O terapeuta e a psicoterapia: uma base segura ......................... 168

8.3. O cliente: sua história pessoa) criando dinâmicas na psicoterapia ... 173

8.4. Terapeuta e cliente: aspectos relacionais ................................ 176

8.5. As experiências pessoais passadas e a psicoterapia ............... 181

8.6. Os modelos de apego do clínico e as interferências no
processo terapêutico..................................................................... 185

8.7. Outras pesquisas a respeito da interação clínico-paciente......... 193

8.8. Algumas considerações .......................................................:. 195

8.9. Conclusões ............................................................................... 197

CAPÍTULO 9 - CONCLUSÃO........................................................... 201

9.1. Introdução .................................................................................... 203

9.2. Um foco: o psicoterapeuta ........................................................ 205

9.3. Aproximações na psicoterapia ................................................. 209

9.4. Conclusão .................................................................................... 211

BIBLIOGRAFIA............................................................................... 215


 



Forma de pagamento

Forma de pagamento