FAMÍLIAS EM VULNERABILIDADE SOCIAL - É POSSÍVEL AUXILIAR SEM INVADIR

FAMÍLIAS EM VULNERABILIDADE SOCIAL - É POSSÍVEL AUXILIAR SEM INVADIR

Código: 9788580425116

Marca: Editora CRV


Organizadoras: Maria Ignez Costa Moreira / Soraia Dojas M.S. Carellos

Editora: CRV

Ano: 2012

Número de páginas: 116

Categoria Principal: Psicologia Social e de Grupos



R$36,15

até 8x de R$5,15

1 unidade em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Este coletânea é fruto do trabalho de pesquisadores e de profissionais do campo da Psicologia engajados nas políticas públicas de proteção e assistência às famílias, crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.

A produção dos artigos tem como ponto de ressonância a inquietação produzida pela prática com famílias na rede de assistência e de saúde pública, desafiadora dos saberes instituídos e instigante na reflexão que proporciona quanto à adequação ética de nossas ações junto a essas famílias: é possível auxiliar sem invadir?

A presente coletânea reúne seis artigos, quatro dos quais elaborados pelos membros do Núcleo de Pesquisa e Intervenção Família e Infância (registrado como Diretório de Pesquisa no CNPq) da Faculdade de Psicologia da PUC Minas, e que refletem, além de suas experiências de intervenção clínica, a elaboração dos resultados da pesquisa O IMPACTO DAS MEDIDAS PROTETIVAS PREVISTAS PELO ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE NOS SISTEMAS FAMILIARES - FAPEMIG ¿ 2009-2011. Uma vez que a realização desta pesquisa trouxe a oportunidade de analisar em profundidade a trajetória de 20 famílias incluídas na rede de proteção social, cujos filhos receberam a medida protetiva de acolhimento institucional, em Belo Horizonte. Conta ainda com dois artigos de colegas colaboradores que contribuem para a ampliação dos diálogos sobre o tema: Andréa Barbosa de Albuquerque Psicóloga do Hospital Universitário Pedro Ernesto da UERJ; Milena Leite Silva e Dorian Mônica Arpini, pesquisadoras da Universidade Federal de Santa Maria Rio Grande do Sul, que gentilmente aceitaram o nosso convite e, compartilharam suas reflexões sobre a violência intrafamiliar e os processos de adoção desde a perspectiva dos profissionais em Psicologia e Serviço Social.

PREFÁCIO 9
Sônia M. Gomes Sousa

CAPÍTULO I
A UNIVERSIDADE NA REDE DE PROTEÇÃO À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE 13
Maria Ignez Costa Moreira
Ana Paula CarvalhO Pereira Passos
Paula Maria Bedran
Soraia Dojas M.S Carellos

CAPÍTULO II
APOSIÇÃO DA FAMÍLIA NAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE PROTEÇÃO: oscilações entre o centro e a margem 29
Maria Ignez Costa Moreira
Ana Paula Carvalho Pereira Passos
Camila de Campos Pereira

CAPÍTULO III
A ADOÇÃO NA PERSPECTIVA DE PSICÓLOGOS E ASSISTENTES SOCIAIS QUE ATUAM NO ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL 49
Milena Leite Silva
Dorian Mônica Arpini

CAPÍTULO IV
UM PROCESSO DE ADOÇÃO INTERNACIONAL DE UMA CRIANÇA ACOLHIDA COLOCADO ENTRE PARÊNTESES 67
Ana Paula Pereira Carvalho Passos
Karina Maria Souza

CAPÍTULO V
VIOLÊNCIAS EM FAMÍLlA 75
Andréa Barbosa de Albuquerque

CAPÍTULO VI
FAMÍLIA, ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL E O EXERCÍCIO DE UMA ABORDAGEM COCONSTRUTORA DE AGRUPAMENTOS DIVERSOS E SINGULARES 97
Paula Maria Bedran
Soraia Dojas M. S. Carellos

SOBRE AS AUTORAS 113



Forma de pagamento

Forma de pagamento