O CAMPO GRUPAL - NOTAS PARA UMA GENEALOGIA

O CAMPO GRUPAL - NOTAS PARA UMA GENEALOGIA

Código: 9788533622753

Marca: WMF


Autor: Ana María Fernández

Tradução: Claudia Berliner

Editora: Martins Fontes (WMF)

Coleção: Psicologia e Pedagogia

Ano: 2006

Número de páginas: 230

Categoria principal: Psicologia Social e de Grupos


leia mais

De: R$49,90
Por: R$24,95
Economia de R$24,95

até 5x de R$5,45

9 unidades em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Este livro é uma introdução às principais linhas problemáticas que o campo grupal apresenta. Aborda, com um critério de elucidação crítica, autores clássicos nessa temática, realizando um enfoque histórico genealógico; indaga de que maneira as diversas correntes disciplinares constituíram seus discursos e saberes, seus domínios de objeto, seus dispositivos de intervenção; analisa a constituição de diversas práticas grupais, suas demarcações disciplinares e seus impensáveis teóricos.

Apresentação da edição brasileira XI

Introdução XVII

Prólogo de alguém que foi incluído como leitor no texto O campo grupal: notas para uma genealogia XIX

Introdução

A. Para uma elucidação crítica do campo grupal 3

B. Uma maneira de ler, uma maneira de pensar 7

C. Os três momentos epistêmicos 13

Capítulo I

O vocábulo grupo e seu campo semântico 17

A. Produção histôrica do vocábulo grupo 17

B. Linhas de significação 19

C. Referentes etimolôgicos 21

D. Primeiras pontuações antes de avançar 26



Capítulo II

O singular e o coletivo 29

A. Antinomia indivíduo-sociedade 29

B. Espaços 32

C. A relação grupo-sociedade 49

D. A categoria de intermediário 52

E. Problema epistêmico 57

Capítulo III

A demanda pelos grupos 61

A. A ilusão das origens 61

B. A dinâmica de grupo 64

C. Critérios epistêmicos de Kurt Lewin 69

D. Primeiro momento epistêmico: o todo é mais

que a soma das partes 73

E. Análise da demanda 77

F. O nascimento do grupal 86

Capítulo IV

Para uma clínica grupal 91

A. Primeiros dispositivos grupais terapêuticos 91

B. Aplicações iniciais da psicanálise aos grupos 98

C. O todo não é tudo 102

D. Do líder ao oráculo 114

Capítulo V

O segundo momento epistêmico 117

A. Certa especificidade grupai (A noção de

pressupostos básicos) 117




B. O segundo momento epistêmico: os organizadores

grupais 125

C. O pedido feito a Bion e sua produção teôrica 127

Capítulo VI

Os organizadores fantasmáticos 133

A. Rumo à enunciabilidade dos organizadores

fantasmáticos 133

B. Problemas de demarcação 144

C. Terceiro momento epistêmico: o esgotamento

do objeto discreto 159

Capítulo VII

O nô grupal 165

A. O grupal como campo de problemáticas 165

B. Um número numerável de pessoas (corpos

discerníveis) 173

C. A relação texto-contexto grupal 181

D. A latência grupal 190

E. Lugar do coordenador 195

F. A dimensão institucional dos grupos 198

G. Alguns impensáveis 205

Adendo

O campo grupal: cura e imaginário social 217



RECEBA NOSSAS OFERTAS
E LANÇAMENTOS

Forma de pagamento

Forma de pagamento