POR QUE LER WINNICOTT?

POR QUE LER WINNICOTT?

Código: 9788544437513

Categoria: Winnicott

Marca: Editora CRV


Autor: Soraya Conturbia
Coleção Winnicott para todos - volume 1
Editora: CRV
Ano: 2019
Número de páginas: 152
Categoria Principal: Winnicott


R$38,90

até 8x de R$5,54

2 unidades em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Por que ler Winnicott é a oportunidade que o leitor tem de compreender a maneira como o psicanalista inglês construiu um vocabulário específico para designar a principal necessidade do ser humano, desde que chega ao mundo até a sua saída dele ? percorrer a longa jornada no sentido de se tornar um indivíduo que integra em si mesmo seus aspectos pessoais, abrangendo círculos cada vez maiores, até integrar e integrar-se como um membro na sociedade. A mensagem que Winnicott por vezes quis transmitir com seus estudos acerca da natureza humana foi a seguinte: fortaleça, a confiança da mãe em si mesma e em sua capacidade de perceber o seu bebê no decorrer do amadurecimento interativo das tarefas básicas da visa. O ser humano ? ainda bebê, parte da total dependência e identificação para com a mãe, e é conduzido a um estágio que encontra sua melhor definição ? de ser autêntico em seu ser, ou seja, viver na autenticidade de uma vida verdadeira. Suas obras foram dedicadas à compreensão da natureza humana e consolidaram o conhecimento sobre o desenvolvimento humano. Dessa maneira, talvez a lição que podemos aprender a partir da leitura deste livro é:  que não ocorra a interferência desnecessária na manipulação de recém-nascidos e em segundo, aprender com a mãe ao invés de tentar ensiná-la. Outro ponto importante foi a validade da psicanálise de Winnicott enquanto não somente recurso de aprendizagem, mas também como terapia de cura qual continua sendo objeto e valor. E o mais interessante é o extraordinário conhecimento de Winnicott sobre o desenvolvimento humano inicial que não teve somente origem na observação de bebês e mães, mas também na psicanálise de adultos.

PREFÁCIO..............................................................................................11

Rodolfo José Fenille Ferraz

 

INTRODUÇÃO......................................................................................15

 

CAPÍTULO 1

ALGUMAS NOTAS SOBRE E TEORIA DO AMADURECIMENTO NA PSICANÁLISE DE WIONNICOTT..................................................................................29

  • A teoria do amudarecimento........................................................29
  • Conceitos básicos da teoria do amadurecimento: tendência inata ao amadurecimento (integração) e o ambiente facilitador...............................................................33
  • Características gerais do amadurecimento (integração) ......................................35
  • O ambiente facilitador e o amadurecimento......................................................40
    • Preocupação materna primária.....................................................49
  • A existência psicossomática: o soma, a psique e a mente.....................................55
    • A psique..............................................................................56
    • O soma........................................................................................58
    • A elaboração imaginativa..................................................................58

 

CAPÍTULO 2

INTEGRAÇÃO.............................................................................................61

2.1 O conceito de integração......................................................................61

2.2 Desintegração............................................................................................66

2.3 A experiência do nascimento..............................................................68

2.4 Os estados excitados e os estados tranquilos............................................71

    2.4.1 Os estados excitados...........................................................................71

    2.4.2 Os estados tranquilos.............................................................................76

2.5 A construção da confiança............................................................................78

2.6 Comunicação silenciosa.......................................................................81

2.7 Tarefas básicas da integração na dependência absoluta.................................86

   2.7.1 Integração no tempo e espaço....................................................................86

   2.7.2 Alojamento na psique no corpo: personalização.............................................93

   2.7.3 Início do primeiro sentido de realidade......................................................94

 

CAPÍTULO 3

AGONIAS IMPENSÁVEIS...........................................................99

3.1 O que são as agonias impensáveis? ...............................................................99

3.2 A experiência traumática do nascimento...........................................................100

3.3 O conceito de trauma em Winnicott......................................................................104

3.3.1 O caráter temporal do trauma........................................................................107

3.4 Agonia impensável e a falha ambiental........................................................................110

 

CAPÍTILO 4

ORGANIZAÇÕES DEFENSIVAS: esquizofrenia infantil ou autismo; falsa autodefesa (o falso si mesmo patológico) .......................................................................................115

4.1 Esquizofrenia infantil ou autismo-aspectos gerais..................................................115

4.2 A etiologia da esquizofrenia infantil em termos de fracasso adaptativo..........................117

4.3 Falsa autodefesa (o falso si mesmo patológico) ..........................................122

4.4 O falso self e o self verdadeiro..................................................................125

4.5 O medo do colapso (Breakdown) .............................................128

4.6 Regressão a dependência.......................................................................131

   4.6.1 Tipos de regressões..............................................................131

   4.6.2 Regressão à dependência do analista....................................................137

 

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS..................................................................................................141

 

REFERÊNCIAS..................................................................................................................145

 



RECEBA NOSSAS OFERTAS
E LANÇAMENTOS

Forma de pagamento

Forma de pagamento