A HISTÉRICA ENTRE FREUD E LACAN - CORPO E LINGUAGEM EM PSICANÁLISE

A HISTÉRICA ENTRE FREUD E LACAN - CORPO E LINGUAGEM EM PSICANÁLISE

Código: 9788571370494 (CO.)

Categoria: Lacan

Marca: Escuta


LIVRO NOVO COM APARÊNCIA DE USADO

Autor: MONIQUE DAVID-MENARD

Tradução: MARIA DA PENHA CATALDI

Editora: ESCUTA

Ano: 2000

Número de páginas: 183

Categoria Principal: Lacan



R$70,94

até 2x de R$35,47 sem juros

1 unidade em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Quando se trata da histérica, não só é necessário lembrar Charcot mas, principalmente, Freud e Lacan. Pensar as bases biológicas da pulsão e a natureza fundamental do recalque, estabelecendo íntima relação entre corpo e linguagem, é uma das virtudes deste livro.

Introdução: As metáforas biológicas do prazer e a conversão histérica.......... 7


1 - A primeira teoria da conversão


A dor em fisiologia e em psicanálise ...................................... 21

Crítica de toda ontologia do corpo ..................................... 25

A conversão na teoria (a inervação) e na prática (o corpo-prazer)........ 27

O outro corpo na transferência............................................. 30

A busca do psíquico ou a importância da estruturados cenários........ 32

Conversão simbólica e conversão associativa.......................... 35

As perguntas de Freud a Elisabeth von R. .............................. 36

Nova definição: uma magia do corpo .......................................... 40

O corpo histérico: onipresente ou impossível de se encontrar? ........ 43

A conversão simbólica e a atenção........................................... 45

Como se produz o mistério da conversão............................... 47

Bons e maus usos da oposição entre psíquico e orgânico: o problema da psicossomática ... 54


2 - Da teoria da conversão à teoria do deslocamento das zonas erôgenas

Primeiros deslizamentos ............................................................. 61

A importância epistemológica dos sintomas negativos: a histérica não tem corpo ..... 62

Esboço de uma nova abordagem: o deslocamento das sensações....... 65

A complacência somática reavaliada pelo retorno à infância................ 70

O problema essencial: zonas erógenas e zonas histerógenas ........72

Os deslocamentos da erogenidade ......................................... 77

Primeiro exemplo: o enrubescimento segundo Feldmann .....................77

Segundo (contra) exemplo: Dora....................................................... 81

Deslocamento da erogenidade e recalque ................................ 90

O recalque na anulação das zonas erógenas............................ 90

A repugnância histérica como projeção ..................................92


3 - A atualidade da pulsão no sintoma histérico ..........................97


O acesso histérico não é uma descarga................................ 99

O que significa Darstellung? .................................................. 101

Presença e figurabilidade ................................................... 101

A Darstellung à deriva nos textos freudianos ......................... 103

Onanismo e sintoma histérico.................................................... 106

O caso Dora (relido) com Tausk........................................... 108

O segundo sonho de Dora: da Darstellung à Vorstellung do desejo..... 113


4 - Uma metapsicologia do movimento. Isso é possível?................. 123


A ordem motora nos limites do que é analisável...................... 124

Primeiro exemplo: Reich ................................................ 126

Segundo exemplo: Sadger........................................................ 129

A espacialidade real e imaginária da pulsão............................. 130

A ordem motora desfuncionalizada......................................... 131

A organização plástica dos movimentos: primeira castração ............ 133

Lacan com Landauer? ............................................................. 136

O princípio de prazer e o princípio de realidade redefinidos................ 139

Corpo e linguagem nas formações dos sintomas.................... 144

Destino da inquietação motora na culpa ................................... 145

Para uma análise sintática e semântica da ordem motora.............. 148

A especificidade da metáfora na conversão histérica .................. 149

Contraprova: o problema ........................................................... 153


Conclusão: gozar e saber................................................. 161


Bibliografia.................................................. ........................... 177


Índice Remissivo ............................................................ ... 181



Forma de pagamento

Forma de pagamento