O SER NO GERUNDIO - CORPO E SENSIBILIDADE NA PSICANÁLISE

O SER NO GERUNDIO - CORPO E SENSIBILIDADE NA PSICANÁLISE

Código: 9788577241194 (CO)

Categorias: Lacan / Consignação Appris


Autor: Eduardo Rozenthal
Editora: Cia de Freud
Ano: 2014
Nº de Páginas: 230
Categoria Principal: Lacan

leia mais

R$45,00

até 2x de R$22,50 sem juros

1 unidade em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Em O ser no gerúndio: corpo e sensibilidade na psicanálise, Eduardo Rozenthal assume, sem rodeios, o papel de psicanalista-cartógrafo e indica de que maneira a psicanálise, em seu atual estado da arte, exige novas composições do seu próprio patrimônio intelectual - para além das ortodoxias estabelecidas, bem como, encontros profícuos com outros saberes.

Sumário

PREFÁCIO
o que os psicanalistas dizem, por Daniel Kuperrnann 15

APRESENTAÇÃO 21

Capítulo 1. DE QUE CORPO TRATAA PSICANÁLISE?
Atópica negativa da pulsão, 33
Transcendência e imanência em psicanálise, 37
O estatuto subjetivo do corpo, 49
O ser no gerúndio: o que pode o corpo, 55
O corpo erógeno, 62
Corpo erógeno e contemporaneidade: diferenciação e acolhimento, 69
Bibliografia, 75

Capítulo 2. O CONTROLE DA DIFERENÇA E A DIFERENÇA SEM CONTROLE NA OBRA DE FREUD
A submissão da diferença, 81
Representação, sujeito e conhecimento, 87
O controle da diferença no pensamento de Freud: o problema da angústia, 94
Da crítica à hegemonia da representação ao primado do afeto em psicanálise, 104
O simulacro freudiano: a angústia em regime automático, 110
Bibliografia, 115

Capítulo 3. O SER NO GERÚNDIO: SOBRE FREUD E FOUCAULT
Introdução, 119
A soberania do eu em psicanálise: o saber de si, 124
Foucault, crítico da psicanálise, 130
O modelo freudiano da interpretação infinita e das forças, 138
Da confissão à associação livre, 148
O ser no gerúndio, 155
Bibliografia, 161

Capítulo 4. NO CORPO A CORPO DA ANÁLISE: UMA PSICANÁLISE DAS PEQUENAS PERCEPÇÕES
O sofrimento subjetivo contemporâneo, 165
O supereu voraz e o incentivo ao consumo, 177
A psicanálise das pequenas percepções ou a sombra da Coisa perdida, 184
No corpo a corpo da análise, 194
Bibliografia, 202

Capítulo 5. EU, PEDRO F., 20 ANOS, DROGADO ...: INTERPRETAÇÃO E
SENSIBILIDADE
A dificuldade de nos tornarmos nós mesmos, 205
A análise de Pedro, 210
Acolhimento das pequenas percepções, 214
Clínica e corpo: a sensibilidade do analista, 222
Bibliografia, 228



Forma de pagamento

Forma de pagamento