SEXO E VIDA EM FREUD - A SEXUALIDADE INFANTIL E O CONCEITO FREUDIANO DE EGO TOTAL

SEXO E VIDA EM FREUD - A SEXUALIDADE INFANTIL E O CONCEITO FREUDIANO DE EGO TOTAL


Autor: VICTOR MANOEL ANDRADE
Editora: IMAGO
Ano: 2013
Número de páginas: 200
Categoria Principal: FREUD


R$46,00

até 2x de R$23,00 sem juros

2 unidades em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Clínica atual permite concluir que a psicanálise transforma a estrutura mental graças à capacidade do analista, conferida por transferência positiva, de replicar a função materna, de modo a gerar um processo afetivo intersubjetivo em que o analista se identifica empaticamente com o paciente, enquanto este se identifica introjetivamente com o analista.
A internalização do novo modelo de relação objetal criado na análise modifica a estrutura mental resultante da introjeção das primeiras relações afetivas. Entretanto, embora a clínica atual pouco tenha a ver com a sexualidade infantil, os procedimentos analíticos têm seguido o paradigma cognitivo da interpretação de desejos sexuais infantis reprimidos, correspondente à chamada metáfora arqueológica. Urge reconhecer a obsolescência desse modelo, cuja substituição tende a favorecer a adoção de procedimentos compatíveis com a nova realidade clínica, sem que os analistas se sintam transgressores de cânones cuja qualidade de cláusula pétrea começou a ser abalada a partir do último quartel do século passado.

Prefácio,9
1. Introdução, 13
2. Freud e a etiologia sexual das neuroses, 19
3. Trieb,37
4. A dimensão real da sexualidade infantil, 43
5. Desejo e fantasia, 47
6. Desdobramentos da sexualidade infantil, 51
7. Narcisismo: o ego como objeto do trieb sexual, 53
8. Trieb de vida e autonomia primária da libido do ego, 57
9. A prevaléncia da autopreservação no início da vida, 61
10. A oralidade como componente da libido do ego, 65
11. Castração e complexo de Édipo, 67
12. A relatividade do complexo de Édipo, 71
13. A oralidade e o complexo de Édipo: aspectos paleoantropológicos, 73
14. Aspectos biológicos da sexualidade e da autopreservação, 77
15. A libido autopreservativa e a estruturação do ego, 81
16. Inibição, sintoma e afeto, 85
17. Trauma: ferida narcísica experimentada pelo ego, 87
18. O trieb de vida e o desabrochar da psicologia do ego, 89
19. O ego e a teoria estrutural, 91
20. Trieb e ego total, 103
21. O mito da sexualidade infantil e a realidade do ego total, 117
22. Ilustrações clínicas, 137
23. Reflexões sobre o Homem dos Lobos, 157
24. A psicanálise atual como psicologia do ego total, 177
25. A metapsicologia e a psicanálise do ego total, 181
Referências, 189



Forma de pagamento

Forma de pagamento