DA MESA FARTA À MESA DA CIRURGIA - REFLEXÕES QUANTO AO PREPARO EMOCIONAL COM FOCO NA CIRURGIA DA OBE

DA MESA FARTA À MESA DA CIRURGIA - REFLEXÕES QUANTO AO PREPARO EMOCIONAL COM FOCO NA CIRURGIA DA OBE

Código: 9788569511120


Autor: MARIA SALETE ARENALES-LOLI

Editora: Arenales Books

Ano: 2017 / 2ª edição

Nº de páginas: 176

Categoria Principal: Transtornos Alimentares



R$60,00

até 2x de R$30,00 sem juros

12 unidades em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Este livro é corajoso. Lê-lo é transformador, como devem ser os textos importantes, que acrescem, realmente, algo novo ao nosso conhecimento. Depara-se neste livro com a coragem de seguir um roteiro ditado pela experiência no cuidado do paciente obeso, não em rotas preestabelecidas e, conseqüentemente, seguras, confortáveis e conhecidas. Textos convencionais do tipo você sabe o que eu vou escrever, eu sei o que você quer ler podem ser bons ou esclarecedores, mas nunca modificam ou transformam - exatamente o que acontece com o Da mesa farta à mesa da cirurgia. Sua coragem já se revelou no seu primeiro livro Obesidade como sintoma, e não me surpreende este ótimo livro de que poderemos, nós médicos e profissionais de saúde, prazerosamente, desfrutar e com ele aprender. A autora não se furtou a responder a perguntas difíceis e abordar aspectos controversos. Ao aceitar abordar esses temas pela visão da psicologia e da psicanálise sem os chavões habituais, a autora nos brinda com pensamento enriquecedor Dr. Carlos Eduardo Domene Médico cirurgião gástrico e Professor livre-docente da FM-USP Um bom nascimento depende de uma boa gestação! É preciso planejar, arrumar e preparar durante nove meses tudo para esperar a hora que esse bebe vai chegar. Assim sendo, o nascimento acontece em grande estilo e torna-se uma festa. Nesse momento, esse novo ser pode nascer, crescer e viver preparado para se responsabilizar por tudo e por toda a sua própria vida. É dessa mesma forma que deve acontecer a realização da gastroplastia. E foi assim que a autora gerou e deixou nascer este bonito livro, perfazendo todas as fases do processo cirúrgico. Começa planejando o pré-operatório, ao lado do paciente prepara o caminho psíquico do nascimento, ou seja, da cirurgia em si, e depois acompanha o pós-operatório até que esse paciente siga o seu próprio caminho. Entre nessa viagem, participe dessa gravidez e prepare-se para o nascimento desse novo ser, ou seja, dessa nova ou recente cirurgia da obesidade.

Apresentação 15
Prefácio 17
Palavras iniciais 19

1. Emagrecer por meio da intervenção cirúrgica - polêmicas sensatas 20
2. Respondendo a uma série de questões elaboradas por candidatas à cirurgia bariátrica 23
3. Doutora, estou aqui apenas para buscar o papel (o laudo) que o cirurgião me pediu 27
4. A construção de um contrato terapêutico com o paciente que é do cirurgião 36
5. Psicólogo não é, e nem pode ser, juiz! Quem decide o quê, na cirurgia bariátrica? 40
6. Totalmente indicado para a cirurgia 42
7. Saber sobre o próprio desejo 48
8. A quais recursos o paciente poderá recorrer quando impedido de comer em excesso como via de resolução dos seus problemas? O Foco do processo de preparo pré-cirúrgico 51
9. Historicizar é preciso 54
10. Sugestão de um roteiro de anamnese para o preparo pré-cirúrgico 57
11. A realidade e a idealização dos resultados da cirurgia bariátrica 60
12. Discorrendo um pouco mais sobre a questão: Enfim, magros, e daí? 66
13. Depressão e obesidade - comorbidades relacionadas? 69
14. Substituição de sintomas ou sintomas preexistentes? 73
16 .Expor-me para quê? Ratificando a necessidade de levantar antecedentes pessoais e familiares e
desmitificar o lugar de juiz terapeuta 83
17. A preparação do paciente para adaptações às restrições da cirurgia bariátrica 85
18. Vômitos e sensação de entalamento - o nascimento de novas sensações 90
19. A negação do que e do quanto se come 100
20. O diagnóstico dos transtornos alimentares específicos e sem outra especificação 105
21. Entrevista em forma de contos - uma proposta de instrumento para a avaliação psicológica e encaminhamento à cirurgia bariátrica 107
22. A utilização da entrevista em forma de contos no âmbito hospitalar .. 116
23. O uso de metáforas e fábulas como intervenção - um modo de se fazer compreender 127
24. A última sessão e a entrega do relatório 129
25. Adaptações necessárias e possíveis 132
26. O papel do psicólogo no acompanhamento pós-operatório 134
27. Tirando atrasos! Comportamento normal ou patológico? Questões pertinentes 138
28.E então viveram felizes para sempre 140
29. Equipe multiprofissional: é necessária? 144
30. O acompanhamento clínico na cirurgia bariátrica 151
31. Pedras no caminho  161
32. A função da verdade na vida psíquica 163

Referências 166
Anexos 168



RECEBA NOSSAS OFERTAS
E LANÇAMENTOS

Forma de pagamento

Forma de pagamento