O CLÍNICO E O CIRURGIÃO - ESTEREÓTIPOS, PERSONALIDADE E ESCOLHA DA ESPECIALIDADE MÉDICA

O CLÍNICO E O CIRURGIÃO - ESTEREÓTIPOS, PERSONALIDADE E ESCOLHA DA ESPECIALIDADE MÉDICA

Código: 9788573962055


Autor: Patrícia Lacerda Bellodi
Editora: Casa do Psicólogo
Ano: 2001
Nº páginas: 242
Categoria Principal: Psicologia da Saúde

leia mais

R$76,70

até 2x de R$38,35 sem juros

1 unidade em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Por que ser clínico?, Por que ser cirurgião? As investigações do quanto, e do como, a personalidade pode estar presente nesse processo de escolha é o tema deste livro.

PALAVRAS DO CLÍNICO 13
PALAVRAS DO CIRURGIÃO 17
INTRODUÇÃO 2 1

O MÉDICO, SUA PERSONALIDADE E A RELAÇÃO COM O PACIENTE 25
A importância da relação médico-paciente 25
O paciente como um todo 26
O médico também como um todo 27
Dificuldades na relação médico-paciente 28
Boa escolha, bom médico 30

A ESCOLHA PELA MEDICINA E AS ESCOLHAS DENTRO DELA 33
Escolhendo ser médico 33
O médico brasileiro 37
Escolhendo o tipo de médico a ser 38
Um pouco de história 40
Classificação das especialidades 44
Os especialistas brasileiros 46
A escolha da especialidade revista na literatura 48

A ESCOLHA DA ESPECIALIDADE MÉDICA EM UM GRUPO DE RESIDENTES BRASILEIROS 73
Os objetivos da pesquisa 73
A metodologia 74
Os sujeitos 74
Os instrumentos 76
O procedimento 80
A análise dos dados 81

PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO 83
Ser homem ou mulher e a escolha da especialidade 83
Idade e estado civil: a maturidade adiada 87
A profissão médica como herança. 88
A procedência e os residentes estrangeiros 89
Os ex-alunos de escolas públicas e privadas 89

A ESCOLHA 93
A especificidade do ser médico 93
A escolha precoce dos cirurgiões e a decisão progressiva dos clínicos 93
Outra especialidade antes? Só se for um pouco cirúrgica também 96
Satisfeitos com a escolha, mas não com a residência 100
Por que ser clínico Por que ser cirurgião 104
O balanço entre o interno e o externo 110
A personalidade e o estilo de vida 110
Em especial, os modelos de identificação 112
O verdadeiro médico versus o médico completo 116

Os ESTEREÓTIPOS 119
Os caçadores 119
O médico clínico 123
O médico cirurgião 128
O clínico e o cirurgião de hoje O físico e
O cirurgião-barbeiro de antigamente 134

A PERSONALIDADE E O RORSCHACH 141
Uma introdução necessária 141
Lidar com a ambigüidade de um borrão de tinta mal definido 142
A resolução de problemas 143
A atenção global ou parcial aos aspectos do ambiente 149
A utilização da razão, do afeto e da imaginação 157
Os tipos de vivência afetiva e a tendência a ser voltado para o ambiente ou para si próprio 161
O controle das emoções e a estabilidade afetiva nas relações com o outro 165
O interesse pelo ser humano e por outros aspectos da vida em geral 172
A Percepção concreta ou abstrata da realidade 180
É o cirurgião mais agressivo que o clínico? 187
Homens e Mulheres 195

As CONCLUSÕES 199
Em relação à escolha 199
Quanto aos estereótipos 200
Das características de personalidade 202
O gênero, a especialidade e a personalidade 204
Confrontando as características de personalidade, os estereótipos e as razões de escolha 204

O SUCESSO PROFISSIONAL E O CONFORTO COM A ESCOLHA 207

PARA ALÉM DA ESPECIALIDADE: A PESSOA DO RESIDENTE 213

BIBLIOGRAFIA 223

SOBRE A AUTORA 243



RECEBA NOSSAS OFERTAS
E LANÇAMENTOS

Forma de pagamento

Forma de pagamento