MATERNIDADE E SUAS VICISSITUDES NA PSICOSE

MATERNIDADE E SUAS VICISSITUDES NA PSICOSE

Código: 9788588009752 (CO)

Categoria: Infância

Marca: Artesã


Autor: Maria Mercedes Merry Brito
Editora: Artesã
Ano: 2017
Número de páginas: 146
Categoria principal: Infância


R$49,00

até 2x de R$24,50 sem juros

1 unidade em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

A maternidade está colocada para uma mulher, como possibilidade, para além do fato consumado biológico, como elemento de suplência ao seu gozo, de ser "não toda" submetida à norma fálica. Desde que existem mulheres que passam ao largo da questão da castração e da mediação fálica, a possibilidade da maternidade, em vez de desaparecer, na clínica confirma-se. E também reafirma o fato de que elas não só têm filhos para além da condição biológica como também a expensas da foraclusão. Isso quer dizer que também para elas um filho poderá ter um lugar em sua ex-xistência. O fato de habitar a linguagem, não é sem consequências para nenhum parlêtre.

Apresentação; 9

Prefácio; 13

Introdução – do desejo que nos move; 17

Capítulo 1

O lugar da mulher e da mãe ao longo das épocas; 27

Capítulo 2

A criança e a mãe me Freud; 45

Capítulo 3

Em Lacan, a mulher não é a mãe; 59

Capítulo 4

Sobre a psicose; 83

Capítulo 5

Psicose e maternidade; 93

Considerações finais; 137

Referências; 141



Forma de pagamento

Forma de pagamento