COABITAR A DIFERENÇA - DA REFORMA PSIQUIÁTRICA À SAÚDE MENTAL COLETIVA

COABITAR A DIFERENÇA - DA REFORMA PSIQUIÁTRICA À SAÚDE MENTAL COLETIVA

Código: 9788555240522 (CO)

Marca: Zagodoni


Autor: Manuel Desviat

Editora: Zagodoni

Coleção: Pensar Agir em Saúde Mental; 5

Corrdenação: Paulo Amarante

Ano: 2018

Número de páginas: 248

Categoria Principal: Psicologia da saúde



R$60,00

até 2x de R$30,00 sem juros

2 unidades em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Este livro parte do pressuposto do esgotamento da reforma psiquiátrica e a integração de suas realizações na sociedade dos mercados, onde a saúde e os benefícios de segurança social são regidos pelo lucro privado e não pela solidariedade. Parte da necessidade, portanto, de uma reforma da Reforma Psiquiátrica, que já não poderá ser um processo deliberado no âmbito de um Estado do bem-estar, mas uma tarefa na contracorrente no horizonte de uma Sociedade do bem-estar.

Prefácio, Paulo Amarante; 11

Apresentação: novos cenários; 14

1. Pensar em saúde; 21

Da saúde pública à saúde mental comunitária; 21

Sistemas e modelos sanitários; 33

O zoneamento sanitário: a área de saúde; 35

2. Saúde coletiva; 38

As origens; 38

A produção de saúde; 46

3. A ação terapêutica: do singular ao social; 50

A negação da clínica; 50

Clínica ampliada? Clínica do sujeito? 59

Elementos para uma clínica renovada; 60

Trabalho em rede. Continuidade de cuidados. Acompanhamento terapêutico; 61

Clínica ampliada. Método Paideia; 62

O apoio matricial; 64

A clínica ganhou as ruas; 65

Intervenção em crises; 66

A equipe; 67

Internação domicilar; 71

4. A ação terapêutica: do singular ao social (II); 73

Elementos para uma clínica renovada (II); 73

Diagnóstico e tratamento; 73

Um sintoma - uma doença - um medicamento; 75

Não só a medicação pode ser iatrogênica; 79

Psiquiatria baseada em narrativas; 80

O modelo da Lapônia Ocidental: diálogo aberto; 82

Algumas considerações sobre uma nova clínica; 87

5. O conhecimento: a necessidade de uma psicopatologia; 90

Da teoria à história; 90

Alguns momentos e obras consolidadas do saber psiquiátrico; 94

A alienação mental; 94

O triunfo da lesão; 97

As estruturas psicopatológicas: de Bleuler e a psicopatologia geral de Jaspers à terceira edição do DSM; 101

A concepção comportamental da saúde mental; 105

6. O conhecimento (II): os limites da normalidade e a loucura. Crise da psiquiatria. Psiquiatrias críticas; 107

Alguns momentos e obras consolidadores do saber psiquiátrico (II); 107

O movimento antipsiquiátrico; 107

A instituição negada e a Coordenadoria Psiquiátrica; 112

Em busca de um novo paradigma. A psiquiatria biológica ou a ciência em crise? 114

Psicopatologia descritiva. A escola psicopatológica de Cambridge; 117

A insustentável leveza do conceito biopsicossocial; 118

A sociedade terapêutica e a pós-psiquiatria; 118

7. Conviver com a diferança; 120

O saber profano; 120

O movimento de usuários; 123

Projeto Emília; 127

Cidadania e empoderamento; 129

O associativismo na Espanha; 132

Da comunidade à multidão; 136

Mas o que se entende por comunidade; 137

Comunidade como território; 139

Da comunidade à multidão. A cidadania responsável; 140

8. A construção social da doença: medicalização e iatrogenia; 143

A medicalização indefinida; 143

A criação de doenças. O TDH e a medicalização da infância; 146

As patologias do vazio: da repressão ao faça já; 149

O caso de Simão Bacamarte; 153

Outras formas de adoecer: itinerários da loucura; 154

9. A dignidade como direito. Ética, lesgislação psiquiátrica e direitos humanos; 158

A necessidade de legislar; 158

Tratamento ou condenação? 161

As origens da ética médica; 162

A diversidade dos valores éticos; 163

Ética em saúde mental; 166

Alguns procedimentos a serem debatidos; 168

Da coação à contenção mecânica; 169

Tratamento ambulatorial involuntário; 170

Capacidade e competência; 172

10. Vícios privados, benefícios públicos? 174

A sedução pelo mercado; 174

Mas quais são as consequências? O que significa para a eficácia, a contenção de gastos e para a equidade, a satisfação do usuário e a legitimação social? 176

As armadilhas da otimização da gestão da saúde pública; 179

A saúde mental em tempos de grande recessão; 180

Capitalismo, democracia e saúde mental; 184

A indignação vai às ruas; 184

11. A reforma inacabada; 187

Princípios; 187

Conquistas, fraquezas e ameaças; 190

As mudanças na gestão. O cliente segue o dinheiro; 192

Uma psiquiatria sem paradigma teórico; 194

A questão da sustentabilidade; 197

Consequências da crise política e econômica; 199

A título de balanço; 201

12. Alienção social, alienação patológica: perspectivas para uma saúde coletiva; 203

A questão dos dados; 203

Estigma e alienção; 207

A verdade científica; 210

De novo a clínica; 212

O futuro já não tem porvir? 214

Coda; 216

Referências; 217

 



RECEBA NOSSAS OFERTAS
E LANÇAMENTOS

Forma de pagamento

Forma de pagamento