DIREITO E PSICANÁLISE: INTERSEÇÕES E INTERLOCUÇÕES A PARTIR DE A HORA DA ESTRELA DE CLARICE LISPECTO

DIREITO E PSICANÁLISE: INTERSEÇÕES E INTERLOCUÇÕES A PARTIR DE A HORA DA ESTRELA DE CLARICE LISPECTO

Código: 9788537508015

Marca: Lumen Juris


Coordenador: Jacinto Nelson de Miranda Coutinho
Editora: Lumen Juris
Ano: 2010
Nº páginas: 201
Categoria Principal: Psicologia Jurídica

leia mais

R$65,00

até 2x de R$32,50 sem juros

1 unidade em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

Realizadas do dia vinte ao dia vinte e dois de maio de 2009, no Salão Nobre da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná, as já tradicionais Jornadas de Direito e Psicanálise da UFPR, este ano intituladas DIREITO E PSICANÁLISE: INTERSEÇÕES E INTERLOCUÇÕES A PARTIR DE A HORA DA ESTRELA DE CLARICE LISPECTOR, foram compostas por seis conferências e sete painéis (iniciou-se com os trabalhos mais diretamente ligados ao Direito, passou-se aos mais ligados à Filosofia e finalizou-se com os de campo predominantemente psicanalítico).

O Núcleo de Direito e Psicanálise (NDP) promove anualmente, entre outras atividades, as Jornadas de Direito e Psicanálise, marcadas pela eleição para ponto de partida dos trabalhos uma obra literária. Nesta sua sexta edição o substrato literário escolhido foi A Hora da Estrela de Clarice Lispector. O Núcleo é vinculado ao Programa de Pós-graduação em Direito da Universidade Federal do Paraná e coordenado pelo Professor Doutor Jacinto Nelson de Miranda Coutinho. (...)

A seguir, convidamos o leitor a transitar por alguns dos trabalhos apresentados que foram transcritos e reunidos aqui. Vale conferir as articulações produzidas nos textos que a seguir apresentamos. A produção que se verá não pode esperar. A hora é agora!

Sumário

(À Guisa de Introdução ao) Direito e Psicanálise: Interseções e Interlocu-
ções A Partir de a Hora da Estrela de Clarice Lispector 1
Helen Hartmann
...como una mariposa blanca (?es que Ia felicidad puede ser algo más?) 5
Alicia Ruiz

Macabreia: A Vida Sem Esperança 19
Jacinto Nelson de Miranda Coutinho

Réquiem aetemam dona eis: o repouso de Macabéa 23
Albano Marcos Bastos Pêpe

Morir bajo palabra 31
Jorge E. Douglas Price

Sobre A Hora da Estrela e o grito pela vida 47
Celso Luiz Ludwing

Las tribulaciones del Dr. Dornitilo 67
Carlos Maria Cárcova

Opacidade e Macabéia: duas (im)possibilidades no Direito 75
Alexandre Morais da Rosa

Ressonâncias de Clarice Lispector e Amold Schõnberg: música e narrativa
em A Hora da Estrela 81
Cristiano Paixão

Clarice e Kafka: eu não Posso Fazer Nada 97
Vera Karam de Chueiri

A Hora do Estilo 103
Filipe Pereirinha

Maria Ninguém? Cicinha 113
Noêmia Santos Crespo

A Procura da Palavra no Escuro - Interlocução Psicanálise e Direito a par-
tir da Hora da estrela - de Clarice Lispector 121
Fernanda Otoni de Barros

Uma Perturbação que se Manifesta como Angústia 129
Jeanine Nicolezzi Philippi

Macabéa: o Surgimento da Morte pela Escrita 133
Mauro Mendes Dias

Mal Cabe-A na Cultura ou A Macabéa Nossa de Cada Dia 139
Cyro Marcos da Silva

Eu me Conto, Tu te Contas e Macabéa, não se Conta? 145
Elisabeth Bittencourt

O Limite da Representação em A Hora da Estrela: Biopolítica, Psicanálise
e Literatura 153
Fábio Belo

É a Hora 171
José Martinho

Ahora, La Estrella 181
Wael de Oliveira

As Macabéas Curitibanas 189
Dayse Stok1os Malucelli

Clarice e o Rufar do Tambor 195
Ruga Mengarelli




RECEBA NOSSAS OFERTAS
E LANÇAMENTOS

Forma de pagamento

Forma de pagamento