FREUD, LACAN - O DESVELAMENTO DO SUJEITO

FREUD, LACAN - O DESVELAMENTO DO SUJEITO

Código: 9788585627683

Categorias: Lacan / Freud

Marca: AGE


LIVRO COM AS PÁGINAS AMARELADAS DEVIDO AO ANO DE EDIÇÃO.



Autor: Luiz-Olyntho Telles da Silva
Editora: AGE
Ano: 1999
Número de páginas: 264
Categoria principal: Lacan


R$48,00

até 2x de R$24,00 sem juros

1 unidade em estoque.

Em estoque

Compre com segurança

Compartilhe

LIVRO COM AS PÁGINAS AMARELADAS DEVIDO AO ANO DE EDIÇÃO.

Quando o autor Luiz-Olyntho, psicanalista com prática nas cidades de Porto Alegre e Florianópolis, propõe o desvelamento do sujeito, ele não faz senão dar curso ao apotegma freudiano Wo Es war, soll Ich werden (Onde isso era, [o] eu deve advir). O inconsciente é um território modal impossível que deve ser conquistado. Mas não é apenas o inconsciente que faz parte deste real; a própria teoria aparece muitas vezes como um real a ser desvelado, sempre com a preocupação de aprofundar os enigmas.

LIVRO COM AS PÁGINAS AMARELADAS DEVIDO AO ANO DE EDIÇÃO.

Prólogo
Plano desta coletânea 9

Introdução O desvelamento do sujeito 13

I
Memorações, um suplemento à introdução
Freud: A última guerra de Freud 21
Lacan: A título de alerta 28

II
Metapsicologia freudo-Iacaniana
Muito prazer! 35
A ópera do fantasma: a criação da realidade 46

III
Psiquiatria, psicologia e psicanálise
Objeto abjeto 59

IV
Psicanálise e instituição
A instituição psicanalítica é o desejo de Freud 73
Sob transferência 80
La instituição psicanalítica 89
Desser o a-na-lista 98

V
Psicanálise: profissão impossível, discurso necessário
Psicanálise: profissão impossível, discurso necessário 113

VI
Os nomes do pai
Dona, ou um sonho de 14 de julho 131

VII
Sexo & morte
Si vis vitam, para mortem 139
Sonata de Outono I50
Duque da Verdade 155
A exceção e a regra 163

VIII
A outra satisfação
Aristóteles, Freud e Lacan: prazer e gozo 173

IX
Amor & Psicose
37°2 Le matin 187

X
O tempo lógico
Para o tempo, desde a psicanálise, há uma outra lógica 197
O tempo passa, é lógico 204
O tempo na análise 214

XI
Final de análise
lnanalisável ou impossível? / Os limites da psicanálise 225
Os movimentos do Um: sobre o fim da análise 231
Carne sem osso ou Um piquenique à margem do Coruripe 239

Posfácio
Desser para descer 247

Bibliografia 251
Fontes 257
Índice onomástico 259



Forma de pagamento

Forma de pagamento